CONTADOR DE VISITA

sábado, 27 de fevereiro de 2010

RISOTERAPIA- OU TERAPIA DO HUMOR. FAÇA UMA CRIANÇA FELIZ, EU FAÇO.

Palhaço


http://br.youtube.com/watch?v=5vVatJmBDoo&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=GiaY0wN0HQM&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=tLUALivySLc&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=MCN8xTIdYug&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=1RSRPSpI6_4&feature=related

http://br.youtube.com/watch?v=iZ_9EEhc5yY&feature=related







Cada um de nós é colocado no lugar apropriado para melhor servir. Muitas vezes, dadas as dificuldades de que nos vemos cercados, deixamos de operar no bem, justamente alegando empecilhos e percalços.Entretanto, a criatura que verdadeiramente mantém o ideal de realizar o bem ao seu semelhante, o faz, independente de qualquer circunstância.Coloca, nas janelas da tua alma, o amor, a bondade, a compaixão, a ternura para que alcances a felicidade.Amando, ampliarás o círculo dos teus afetos e serás, para os teus amigos, uma bênção.Faze o bem, sempre que possas. E se a ocasião não aparecer, cria a oportunidade de servir. Deste modo, a felicidade estará esperando por ti.

Palhaço é aquele que vemos nas ruas, nas feiras. De todas as suas atrações, o palhaço permanece como referência maior, capaz de surpreender, emocionar e impactar o público nos grandes, médios e pequenos circos. Apesar da alegria, bom humor e descontração, a arte de ser palhaço profissional, figura responsável pelo contentamento de tantas crianças e adultos, nem sempre vale os risos que provoca, na vida real. Apesar de pouco a nível nacional, no Brasil existem atualmente mais de 50 escolas e projetos sociais voltados às artes circenses, berço de muitas trupes e companhias. Tradicional, clássico ou moderno, não importa o estilo. Seja qual for à época, o público se surpreende das mais variadas formas com o jeito particular de cada circo, cada palhaço.

palhaçadas. http://www.orkut.com.br/Main#AlbumZoom?uid=6343780382850923936&pid=1250099983217&aid=1250074667$pid=1250099983217 RÁ, RÁ, RÁ - Rir é bom e todo mundo sabe. Mas, mais que isso, rir faz bem para a saúde - física e mental. Isso porque, além de ativar diversas partes do organismo, rir é um ato social.E este tipo de manifestação é tão natural e corriqueira que raramente alguém questiona os motivos de uma gargalhada ou suas conseqüências.Fato é que, para rir, o ser humano gasta energia e faz o cérebro e, conseqüentemente, o corpo trabalharem muito. Para dizer pouco, uma boa risada só é possível graças a ação de circuitos neurais, sistemas sensorial, motor e límbico, cerebelo, hipocampo e lobo frontal, dependendo dos estímulos.

O riso é contagiante. Quando uma pessoa ri, normalmente desencadeia a mesma expressão em outras de seu grupo. E isso ocorre porque o cérebro desenvolveu, ao longo da evolução humana, um mecanismo pré-programado de detecção. "O neurocientista Robert Provine sugere, em seus estudos, que temos um dispositivo cerebral detector do riso, uma rede neural que percebe quando uma outra pessoa está rindo e diz que você deve rir junto"

Rir faz bem não só para a mente e para a alma. Rir faz bem para o organismo.As contrações dos músculos da parede torácica, abdome e diafragma fazem aumentar o fluxo sangüíneo dos órgãos internos e isso pode causar uma sensação agradável durante o ato de rir. "É uma reação típica mexermos a barriga enquanto rimos. Alguns estudos sugerem que esse movimento é como uma massagem nos órgãos internos e, por isso, um dos lados beneficiados pelo riso é o fisiológico"





Alegria é Remédio A medicina tem comprovado que pelo menos 20 minutos de bons pensamentos, afeta o sistema imunológico das pessoas.Os anticorpos tornam-se mais resistentes, tornando as pessoas saudáveis.O interessante é que a Bíblia diz isso.Como sempre a Palavra de Deus está sempre à frente da sabedoria humana.

Em Provérbios 17:22 está escrito: "O coração alegre é bom remédio".A alegria de Deus em nossas vidas é saúde.Possamos então pensar em coisas boas, em coisas que edifiquem, em coisas que inspirem...Não tenhamos maus pensamentos. Não sejamos daqueles que sofrem antecipadamente, através de perigos imaginários.

Tenhamos a mente de Cristo. Aquele pensar que visa a glória de Deus.



Quando um palhaço entra num hospital é um evento tão inesperado que transporta as pessoas automaticamente para o momento presente. É esta a nossa maior dádiva, porque nesse espaço mágico tudo é possível.

Eles brincam com as crianças, contam histórias, cantam, dançam, tocam instrumentos musicais, fazem apresentações de pequenas peças teatrais, incentivam a pintura ou o que a imaginação for possibilitando no momento. “As brincadeiras surgem de acordo com o momento de interação com a criança. Algumas vezes, conseguimos até o envolvimento das famílias”

E como se não bastassem tantas brincadeiras, as crianças ainda ganham brindes. Quem tem até um ano de idade, leva para casa de lembrança um brinquedo. Os pacientes maiores ganham revistas infantis.

Há alguns anos, atitudes assim eram impensáveis dentro de um centro médico. Hoje, fazem parte da rotina de muitas unidades de saúde e contribuem para a melhora do humor e até do estado de saúde de pacientes. Além da inserção de arte, cultura e lazer nos hospitais, várias outras iniciativas ajudam a humanizar um ambiente. A Política Nacional de Humanização do Sistema Único de Saúde (HumanizaSUS), desenvolvida pelo Ministério da Saúde, pretende estimular a sociedade e os gestores a buscar alternativas que amenizem a passagem do paciente por um hospital.

3 comentários:

Cley Jardeweski disse...

Olá! Gostaria de saber se você conhece algum grupo que se encontre em Curitiba para as práticas da risoterapia. Obrigado

Cley Jardeweski disse...

olá! Gostaria de saber se você poderia informar algum grupo em Curitiba que se encontre semanalmente para praticar a risoterapia. Se puder me avisar, meu email é cley.adm@gmail.com.
Abs
Cley

Leonardo disse...

Olá,também gostaria de saber se há algum grupo atualmente em curitiba que esteja precisando de voluntários para a prática de risoterapia,se puder avisar meu email é leonardopaziogabriel@hotmail.com,obrigado desde já
Leonardo